adplus-dvertising

O que é onchocerca volvulus?

O que é onchocerca volvulus?

A Oncocercose é uma doença parasitária crônica decorrente da infecção produzida pelo nematódeo Onchocerca volvulus, que se localiza no tecido subcutâneo das pessoas atingidas. A causa principal é a picada do inseto conhecido como borrachudo ou pium infectado com larvas do parasita.

Qual é o agente causador é o hospedeiro intermediário da Elefantiase?

A filariose, ou elefantíase brasileira, é causada pelo nematelminto Wuchereria bancrofti e ocorre só na espécie humana. Ele tem como transmissores da doença as fêmeas dos mosquitos dos gêneros Culex, Anopheles, Mansonia ou Aedes, hospedeiros intermediários típicos de clima úmido e quente.

Quais medidas podem ser tomadas para prevenir a Elefantiase?

A prevenção da elefantíase é feita se evitando o contato com mosquitos transmissores, através de medidas como:

  1. Uso de mosquiteiro para dormir;
  2. Telas nas janelas e nas portas;
  3. Evitar deixar água parada em pneus, garrafas e vasos de plantas, por exemplo;
  4. Usar repelente diariamente;
  5. Evitar locais com moscas e mosquitos;

Como é feito o diagnóstico da Filariose?

O diagnóstico é feito pela detecção de microfilárias no sangue, visualização por ultrassom de vermes adultos, ou sorologia. O tratamento é realizado com dietilcarbamazina; antibióticos são usados em complicações como celulite bacteriana.

Como a filariose Bancroftiana é transmitida entre os humanos?

Descrição: Doença parasitária crônica de caráter endêmico, restrita a áreas focais. Transmissão: O ser humano é a fonte primária de infecção, o parasita nematóide Wuchereria bancrofti é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus (pernilongo).

O que a filária causa no homem?

O parasita responsável pela filariose é capaz de se desenvolver no organismo à medida que se desloca até órgãos e tecidos linfoides, podendo provocar inflamação e acúmulo de líquido em várias partes do corpo, principalmente pernas, braços e testículos.

Como a filariose é popularmente conhecida qual é o sintoma típico dessa doença?

Resolução: A) A filariose é conhecida popularmente pelo nome de elefantíase. O sintoma típico dessa doença é a hipertrofia do órgão afetado, com mais frequência, as pernas.

Que função dos vasos linfáticos fica prejudicada devido a filariose?

Resposta. Resposta: O verme é do gênero Filaria, ele destrói os vasos linfáticos, causando uma reação inflamatória. Num caso mais grave pode causar inchaço nas mamas ( mulheres) ou nos testículos ( homens).

Como o parasita da elefantíase prejudica o funcionamento do corpo humano?

A elefantíase é uma condição também chamada de filariose linfática, causada por um parasita transmitido pela picada de um mosquito, levando a uma inflamação no sistema linfático, fazendo com que o paciente desenvolva um grande inchaço (também conhecido como edema) em seus membros e em pontos como os seios e a bolsa ...

Qual parte do corpo a filaria ataca?

Resposta: Principalmente as pernas.

Onde parasitam as Filarias no ser humano?

A filária (Wuchereria bancrofti), também conhecida por elefantíase, é uma doença causada por um verme nematódeo que parasita os vasos linfáticos do ser humano.

Em que local do corpo humano se alojam os vermes causadores da filariose ou elefantíase?

Os vermes adultos se instalam no sistema linfático,esses vermes podem provocar feridas e inflamações tenebrosas.

Que consequências a filariose pode provocar no organismo humano?

Complicações possíveis. A obstrução dos vasos linfáticos pode acarretar uma série de complicações, como o inchaço das pernas (uma ou mesmo as duas), dos testículos, das mamas e, em casos mais graves, baço e coração. Dependendo do nível de avanço da doença, a filariose pode causar a incapacitação total do paciente.

Por que um dos sintomas mais graves da filariose e a elefantíase?

A elefantíase é uma verminose causada pela larva filária, transmitida via picada de mosquito Anopheles. É uma doença grave, pois a larva fica nos vasos linfáticos, obstruindo a passagem de linfa, podendo levar a amputação dos membros.

Qual o vetor da Elefantiase?

O agente transmissor é o nematódeo Wulchereria bancrofti e tem como vetor o mosquito Culex quinquefasciatus, popularmente conhecido como pernilongo, muriçoca ou carapanã.

Quais as profilaxias utilizadas pela filariose hepática?

A melhor forma de prevenção é o combate tanto ao vetor, o mosquito C. quinquefasciatus, quanto às suas larvas com a utilização de inseticidas e saneamento ambiental. Assim que forem percebidos os sintomas da filariose, um médico deve ser consultado.

Por que o exame de filariose é feito à noite?

O exame é feito em todos os distritos sanitários, e deve ser realizado das 22h à meia-noite, quando o parasita circula pelos vasos sanguíneos mais superficiais, o que facilita a sua detecção.

O que é microfilárias?

Fase larvar de desenvolvimento dos filarídeos no sangue e/ou linfa humanos e nos tecidos do vetor.

Onde se localizam os vasos linfáticos?

Os vasos linfáticos se localizam entre as células e têm a função de drenar o excesso de líquido que extravasa dos vasos sanguíneos, banhando as células.