adplus-dvertising

O que significa a palavra enterorragia?

O que significa a palavra enterorragia?

substantivo feminino [Medicina] Hemorragia cuja origem se dá nos intestinos; hemorragia intestinal.

O que é enterorragia na enfermagem?

Enterorragia: presença de sangue vivo nas fezes, em maiores quantidades do que nas hematoquezia. Hematoquezia: presença de raias de sangue vermelho vivo nas fezes ou presença de sangue misturada as fezes (fezes castanho-avermelhadas).

O que é uma melena?

Melena é um termo médico utilizado para descrever fezes muito escuras (semelhantes a alcatrão) e mal cheirosas, que contêm sangue digerido na sua composição. Dessa forma, este tipo de cocô é muito comum em pessoas que têm algum tipo de sangramento no sistema digestivo alto, ou seja, no esôfago ou no estômago.

Como identificar Melena?

O principal sinal da melena é constituído por fezes muito escurecidas, uma vez que o sangue já se encontra quimicamente alterado (oxidado) pela ação de enzimas e bactérias existentes no trato digestivo. A presença de sangue rútilo nas fezes sinaliza sangramento baixo, geralmente do reto ou do próprio ânus .

Como é chamado sangue nas fezes?

Já as fezes que apresentam sangue vermelho vivo, podem indicar um sangramento no intestino, geralmente na porção mais final do intestino grosso ou ânus, chamada de hematoquezia.

Quando sai sangue junto com as fezes o que pode ser?

A presença de sangue vivo nas fezes pode ser assustadora, mas, embora possa ser sinal de problemas graves como colite, doença de Crohn ou câncer, geralmente é apenas sinal de problemas mais leves e fáceis de tratar, como hemorroidas ou fissura anal, por exemplo.

O que significa sair sangue nas fezes?

O sangue vivo nas fezes pode ser um sinal de algum problema nas regiões do intestino ou ânus. Nesse caso, como o sangue não passou pelo processo de digestão no estômago, a cor não muda e fica bem aparente em volta ou com pequenos risquinhos nas fezes.

Qual o nome do exame para saber se existe câncer no corpo?

O PET-CT é o melhor exame que existe para diagnóstico de câncer, porque ele realiza dois exames de uma só vez: uma tomografia convencional e um PET. Ele detecta a doença no corpo inteiro, o que pode mudar em até 40% o estadiamento do paciente, direcionando seu tratamento e tornando mais eficiente.