adplus-dvertising

Qual é o local que se passa a história do cortiço?

Qual é o local que se passa a história do cortiço?

O livro é composto de 23 capítulos, que relatam a vida em uma habitação coletiva de pessoas pobres (cortiço) na cidade do Rio de Janeiro. O romance tornou-se peça-chave para o melhor entendimento do Brasil do século XIX.

Porque o cortiço é o personagem principal?

O personagem principal da história é o cortiço, porque nele as ações acontecem de forma tão dinâmicas que o espaço ganha vida, como se fosse uma pessoa.

Qual característica se destaca na composição dos personagens do cortiço?

Repleto de descrições, o romance explora as características físicas e o comportamento de seus personagens, marcados pela degradação (moral, espiritual e física) e ambição. Um exemplo é animalização dos personagens, revelada sobretudo, pelos instintos sexuais. Saiba mais sobre o autor da obra: Aluísio de Azevedo.

Quais são as características do romance do Naturalismo?

No geral, os principais temas abordados na literatura naturalista são: miséria, violência, crimes, patologias humanas, sexualidade, adultério, dentre outros. No Brasil, o naturalismo começa em fins do século XIX e tem como marco inicial a publicação do romance “O Mulato” (1881) de Aluísio de Azevedo.

O que foi o naturalismo no Brasil e suas características?

O Naturalismo no Brasil teve início no final do século XIX. Entre suas principais características estão o objetivismo e a impessoalidade. Movimento literário que teve início na Europa com a publicação do livro Germinal, de Émile Zola, o Naturalismo chegou ao Brasil no final do século XIX.

Como o naturalismo pode ser definido?

Definição. ... Por extensão, o naturalismo pode ser definido como "a doutrina estética que busca inspiração direta na natureza e a reproduz com fidelidade. Não implica, porém, em cópia fiel da natureza, mas a sua interpretação através da sensibilidade do artista". Não se deve, também, confundi-lo com realismo.

Como vivem os naturistas?

Enquanto o realismo privilegia mergulhos psicológicos nas personagens, o naturalismo possui um olhar anatômico, ressaltando a doença e o aspecto animalesco do ser humano. As personagens são abordadas de fora para dentro, enfatizando as ações exteriores, sem preocupação com o aprofundamento psicológico.