adplus-dvertising

Para que serve o líquido do Pericardio?

Para que serve o líquido do Pericardio?

Esta camada serosa apresenta duas membranas que encerram a cavidade pericárdica, para a qual é segregado o líquido pericárdico. O líquido é semelhante ao líquido cefalorraquidiano do cérebro, amortecendo e permitindo ao órgão movimentar-se.

O que pode causar água no coração?

Uma das principais causas do Derrame Pericárdico são as infecções por vírus na própria membrana que envolve o coração, as chamadas pericardites. Doenças como a tuberculose, colagenose e, até mesmo, metástases tumorais também costumam desencadear a produção excessiva de líquido pericárdico e provocar o problema.

Como é feito a retirada de líquido do pulmão?

A toracocentese, ou punção pleural, é um procedimento que pode ser realizado por qualquer profissional médico desde que conheça a técnica de acesso à cavidade pleural por punção com a finalidade diagnóstica ou terapêutica do derrame pleural pela remoção do acúmulo de líquido anormal ali presente.

O que é procedimento Toracocentese?

Toracocentese é aspiração por agulha de líquidos de um derrame pleural. Pode ser feita para diagnóstico e/ou tratamento.

Como se faz uma Toracocentese?

Inserir a agulha ao longo da borda superior do arco costal durante a aspiração e avançá-la até o derrame. Quando líquido ou sangue é aspirado, inserir o cateter sobre a agulha no espaço pleural e retirar a agulha, deixando o cateter no espaço pleural.

Como ocorre o derrame pleural?

O derrame pleural resulta de um desequilíbrio entre a produção e a reabsorção do líquido pleural. Normalmente, o espaço pleural contém uma quantidade muito pequena desse líquido, que serve para lubrificar a região e facilitar o deslizamento do pulmão dentro da caixa torácica durante a respiração.

Qual a fisiopatologia do derrame pleural?

Fisiopatologia. Como citado anteriormente, o líquido pleural se acumula quando ocorre um desbalanço na sua produção e absorção. Normalmente, o aumento da pressão hidrostática faz com que o líquido saia de dentro do vaso para o espaço pleural. Já a pressão coloidosmótica faz com que o líquido volte para dentro do vaso.