adplus-dvertising

O que significa a palavra notório na Bíblia?

O que significa a palavra notório na Bíblia?

O termo tem origem no Latim notorius, que significa “conhecido por todos, bem conhecido”. O significado de Notório é algo conhecido por um grande número de pessoas, isto é, que é de conhecimento geral, sabido por muita gente.

O que é pessoa de notório saber?

Significado Notório Como visto anteriormente, notório é qualidade do que não é segredo, é público e sabido por muitos. Já a expressão notório saber é um título utilizado para qualificar uma pessoa que não possui uma formação formal em determinada área, mas possui um nível de conhecimento considerado equivalente.

Como reconhecer notório saber?

O título de "notório saber" deve ser concedido a docentes e pesquisadores que tenham realizado trabalhos reconhecidamente importantes em escala nacional e internacional, com contribuição significativa para o desenvolvimento da área no país, e cujas atividades continuadas tenham contribuído para a formação de novos ...

Como obter título de notório saber?

2º - O título de "notório saber" poderá ser concedido a docentes e pesquisadores que tenham experiência e desempenho que os coloquem entre as lideranças do país em suas respectivas áreas de conhecimento, tenham realizado trabalhos reconhecidamente importantes em escala nacional e internacional, com contribuição ...

O que é notável saber jurídico?

Logo, notável saber jurídico é a exigência, ao menos, de formação jurídica. Não se exigem títulos de mestre ou doutor em direito nem pesquisas acadêmicas no exterior. Essa experiência pode até ser positiva, mas não é necessária e grandes figuras que compuseram e compõem o STF não possuem títulos acadêmicos.

Em que pese o notável saber jurídico?

Em que pese o notório saber jurídico do meritíssimo Juiz de primeiro grau, impõe-se a reforma da respeitável sentença (ou decisão) pelas razões fáticas e de direito que passa a expor.

Quando Celso de Mello deixa o STF?

Tornou-se ministro do Supremo Tribunal Federal em 1989, exercendo a presidência da corte no biênio 1997-1999. Aposentou-se em 13 de outubro de 2020, após 50 anos de serviço público.