adplus-dvertising

Como contabilizar uma provisão de despesa?

Como contabilizar uma provisão de despesa?

As provisões devem ser registradas no final do período, afetando uma conta do balanço patrimonial (passivo) e uma da DRE — Demonstração do Resultado do Exercício (despesa). Os ajustes devem ser feitos assim: lance o débito na conta de despesa e o crédito no passivo.

O que vem a ser uma provisão?

Qual a data correta para fazer lançamentos de provisão, estoque, encerramento de exercício.

Como se calcula a garantia de um produto?

Quando você compra um produto que, de forma gratuita ou remunerada (a famosa garantia estendida), o prazo da garantia é maior do que os 90 (noventa) dias assegurados pela lei, você primeiro deve contabilizar o tempo da garantia legal, 90 (noventa) dias, para só depois contar o outro prazo, 6 meses segundo o exemplo, ou ...

Como contabilizar nota fiscal de garantia?

Se a nota fiscal de serviços foi emitida para a sua empresa, esta nota deve ser contabilizada como despesa ai na empresa e lançado um recebimento deste valor em conta de receitas da concessionária que irá pagar pelo serviço.

Como contabilizar a receita de garantia estendida?

No que se refere a contabilização da garantia estendida, foco da presente pergunta, ela pode ser feita da seguinte forma:

  1. Pelo pagamento da garantia estendida:
  2. Pela apropriação da despesa mensal de garantia estendida:
  3. Legenda:
  4. AC: Ativo Circulante;
  5. ANC: Ativo não Circulante; e.
  6. CR: Conta de Resultado.

Como emitir nota fiscal de reposição?

Esta nota tem como finalidade retornar o produto ao fornecedor, no qual não foi utilizado no recebimento da nota de remessa para reposição. Para emitir este tipo de Nota Fiscal é necessário ter incluído a nota de Remessa de Retorno para Reposição.

Como funciona a remessa em garantia?

A remessa em garantia é uma operação que o remetente ou fabricante da mercadoria substitui ou conserta a mercadoria se esta apresentar defeito. Na operação de troca ou garantia o estabelecimento deverá emitir nota fiscal com os valores correspondentes a nota fiscal de compra destacando os impostos ICMS e IPI.

Qual o CFOP de remessa em garantia?

1 - Deverá ser emitida uma nota fiscal descrevendo todos os itens; 2 - A natureza de operação (CFOP) da nota fiscal deverá ser “REMESSA EM GARANTIA” ou “REMESSA PARA TROCA EM VIRTUDE DE GARANTIA”; 3 - O CFOP deverá ser: 5.

Qual o CST para remessa em garantia?

Natureza da operaçãoRemessa de mercadoria ou bem para conserto ou reparo
CFOP5915 / 6915 – Remessa de mercadoria ou bem para conserto ou reparo
CST41 – Não tributada
CST PIS/COFINS08 – Operação sem incidência da contribuição
CST IPI53 – Saída não-tributada

Para que serve o CFOP 5949?

O caso do CFOP 5949 (Outra saída de mercadoria ou prestação de serviços não especificada) é aplicado também nas operações de remessa ou retorno e locação de bens, mais especificamente uma emissão distinta das demais, já que em sua configuração não é necessário colocar nenhum tipo de tributação.

Qual o retorno do CFOP 5949?

O CFOP nestes casos é o mesmo utilizado para “Outra saída de mercadoria ou prestação de serviço não especificado"afinal, trata-se de uma operação sem incidência dos impostos, desde que condicionada ao retorno do bem ao estabelecimento de origem.

Quando devo usar o CFOP 6949?

6949 - Outra saída de mercadoria ou prestação de serviço não especificado Classificam-se neste código as outras saídas de mercadorias ou prestações de serviços que não tenham sido especificados nos códigos anteriores.

Qual CFOP usar para simples remessa?

Nota fiscal de simples remessa Deve-se usar o CFOP (5.

Qual CFOP para simples remessa fora do Estado?

CFOP 6000: Saídas ou prestações de serviços fora do estado Caracterizam as operações ou prestações de saída, em que o estabelecimento remetente do documento fiscal esteja localizado em outra Unidade da Federação/Estado, diferente do estado do destinatário do documento fiscal.

O que é o código CFOP?

O que é CFOP? CFOP é a abreviação de Código Fiscal de Operações e Prestações. Esse código identifica uma determinada operação por categorias no momento da emissão da nota fiscal. Dependendo do Código CFOP, será fixada a tributação sobre a operação e haverá movimentações financeiras e de estoque de interesse do Fisco.

Como emitir uma nota fiscal de simples remessa?

O vendedor remetente deverá emitir Nota Fiscal em favor do destinatário para acompanhar o transporte da mercadoria, sem destaque do valor do imposto, na qual, além dos demais requisitos, constarão como Natureza da Operação a expressão"Remessa por Conta e Ordem de Terceiro", o número de ordem, a série e a data da ...

Quando se emite uma nota fiscal de simples remessa?

A Nota Fiscal de Remessa é o documento emitido quando há circulação de mercadorias sem o objetivo de venda, garantindo a não incidência de impostos. Na indústria de maneira geral, alguma hora o produto precisa circular para fora da fábrica ou da loja, ainda que não tenha sido vendido de fato.

Como emitir uma nota fiscal de transporte?

Onde e como se registrar para emitir o documento? Ao contrário do CT-e, que exige registro na Secretaria da Fazenda estadual (SEFAZ), a nota fiscal de transporte funciona apenas no âmbito municipal. Por esse motivo, a empresa deve se cadastrar e credenciar na prefeitura da cidade onde se encontra a sede da empresa.

Como emitir uma nota fiscal de remessa para conserto?

Nota fiscal de remessa para conserto: deve conter a natureza da operação, CFOP (5.

Qual o CFOP de remessa para conserto?

CFOP 5.

Como emitir uma nota fiscal de devolução de comodato?

Devolução/Retorno de Comodato: Quando solicitado pelo fornecedor, pode-se emitir a devolução de comodato, acessando o menu Operação> Notas Fiscais> Notas Fiscais de Devolução> Retorno de Bens por Comodato>.