adplus-dvertising

Como interpretar o artigo 139 IV do CPC carta branca para o arbítrio?

Como interpretar o artigo 139 IV do CPC carta branca para o arbítrio?

Recentemente foi divulgada notícia em que respeitáveis processualistas interpretavam o artigo 139, IV, do CPC-2015, dispositivo que trata da cláusula geral de efetivação ou de atipicidade de medidas executivas, que permite ao juiz “determinar todas as medidas indutivas, coercitivas, mandamentais ou sub-rogatórias ...

Quais são os limites a serem observados pelo juiz que quer aplicar o art 139 IV?

139, IV, dispor que o juiz poderá determinar todas as medidas indutivas, coercitivas, mandamentais ou subrogatórias, não pode significar franquia à determinação de medidas capazes Page 5 de alcançar a liberdade pessoal do devedor, de forma desarrazoada, considerado o sistema jurídico em sua totalidade.

Qual é o papel do juiz na sociedade?

A incumbência principal da magistratura surge quando se ultrapassa o mero interpretar das leis e passa-se a garantir tanto a normatividade, quanto a efetividade da norma, transformando o Direito em algo mais democrático a ponto de alcançar a realidade social.

Como o juiz deve se comportar ao aplicar o bom direito?

O magistrado deve tratar as partes, as testemunhas, os serventuários e funcionários com extrema cortesia. O juiz é um servidor da sociedade, ter boa educação no cotidiano é o mínimo que se pode exigir dele. A prepotência, a arrogância, o autoritarismo são atitudes que deslustram o magistrado. 5) A humildade.

Como se dirigir a um juiz no tribunal?

Meritíssimo é um adjetivo qualificativo, e não um pronome de tratamento. Portanto, em meio a uma petição, use Vossa Excelência e no intróito, Excelentíssimo (e Meritísismo) Senhor Doutor Juiz de Direito, Desembargador, MInistro.

Como falar com o juiz de direito?

Vamos lá.

  1. Saiba o que falar para o Juiz. Vá preparado para saber responder detalhes sobre o processo. ...
  2. Seja honesto ao falar o Juiz. ...
  3. Sempre que possível, faça uma petição antes de falar com o Juiz. ...
  4. Não force intimidade com o Juiz. ...
  5. Manter uma boa relação com a Secretaria Judicial é como falar com o juiz.

Deve se chamar advogado de doutor?

Explico: atualmente, o Estatuto da OAB determina a necessidade de, além de preencher uma série de requisitos, ser aprovado em Exame de Ordem, para, só então, o bacharel em Direito poder ser considerado Advogado. Portanto, legalmente falando, o Advogado, habilitado segundo o Estatuto da OAB, é Doutor.

Como escrever uma carta para o advogado?

Escreva o nome completo do advogado nessa parte da carta, precedidos pelos pronomes Sr/Srª ou Dr./Drª, como você fez no envelope ou digite o título oficial do advogado, como "Advogado de família", abaixo do nome.

Como apresentar o escritório de advocacia?

Confira as minhas dicas na hora de apresentar o seu escritório de advocacia

  1. Faça um planejamento. Antes de tudo estude, faça um rascunho e ajuste sua apresentação. ...
  2. Seja Verdadeiro. ...
  3. Defina um público. ...
  4. Fale sobre as Dores. ...
  5. Monte uma Apresentação Profissional.

Como escrever uma carta para o juiz?

Por exemplo, você pode escrever:

  1. Meretíssimo Sr. Juiz [Nome completo do juiz], Primeira Vara Cível da Capital – Pça. ...
  2. Abaixo do nome e do endereço do juiz, forneça a saudação adequada. A saudação apropriada para um juiz é "Meretíssimo Juiz" ou "Excelentíssimo Senhor Juiz", ou ainda "Vossa Excelência".

Como terminar uma carta dirigida a um juiz?

Termine a carta ao juiz com a palavra “Atenciosamente” ou “respeitosamente”, seguida de uma linha em branco para incluir sua assinatura (ela sempre deve ser manuseada).