adplus-dvertising

Qual foi a principal obra de John Locke e o que ele defendia?

Qual foi a principal obra de John Locke e o que ele defendia?

Artesão do pensamento político liberal, Locke nasceu numa aldeia inglesa, filho de um pequeno proprietário de terras. ... Quando Locke escreveu os "Dois Tratados sobre o Governo", a sua principal obra de filosofia política, tinha como objetivo contestar a doutrina do direito divino dos reis e do absolutismo real.

Quais foram as ideias de Voltaire?

Voltaire acreditava que o ser humano deveria ser livre para expressar sua vida criativa, sem interferências de cunho moral e religioso. Ele era contra o absolutismo e a favor da separação entre Igreja e Estado, ou seja, foi um dos primeiros defensores da ideia de Estado Laico.

O que o soberano tinha que ser segundo Voltaire?

Ideal político: Voltaire condena o arbitrário, não o monárquico; mas o monarca deve conformar sua conduta às exigências da razão. ... Segundo ele, a razão prova a existência de um Deus, única explicação possível do mundo, “ser necessário, eterno, supremo, inteligente”.

Qual filósofo católico defendia a igualdade dos seres humanos e a aplicação justa da lei?

Sempre fazendo fortes críticas ao excessivo poder do clero católico, bem como sua constante interferência na política. Neste sentido, Montesquieu pregava muito a tolerância religiosa. Ademais, o filósofo francês também defendia a democracia e o respeito às leis, bem como a fiscalização de seu cumprimento.

Quem era muito criticado por Voltaire?

Voltaire estudou com os jesuítas e tinha origem aristocrática. Conhecia os vícios do clero e da nobreza. Uma critica ao pensamento do filósofo alemão Gottfried Wilhelm von Leibniz (1646-1716), que considerava este o melhor dos mundo possíveis. ...

O que é liberdade de expressão exemplos?

“É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato.” Outros incisos do Art. 5º também consolidam a ideia geral da liberdade de expressão, por exemplo: Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei (inciso II)