adplus-dvertising

O que foi o regime de Bretton Woods?

O que foi o regime de Bretton Woods?

Acordo de Bretton Woods ou ainda "Acordos de Bretton Woods" é o nome com que ficou conhecida uma série de disposições acertadas por cerca de 45 países aliados em julho de 1944, na mesma cidade norte-americana que deu nome ao acordo, no estado de New Hampshire, no hotel Mount Washington.

São consequências do fim do padrão dólar ouro ocorrido em 1971?

O sistema de Bretton Woods vigeu até 15 de agosto de 1971, quando os Estados Unidos aboliram unilateralmente a conversibilidade do dólar em ouro, determinando, além da extinção do próprio padrão-ouro, o surgimento do sistema flutuante.

O que foi o padrão dólar ouro?

Ficou conhecido como padrão dólar-ouro o padrão econômico-financeiro criado ao fim da Segunda Guerra Mundial, mais precisamente na Conferência de Bretton Woods, ocorrida a julho de 1944. ... É por isso mesmo que, daquela conferência surgiu uma nova definição de padrão monetário mundial, denominado padrão dólar-ouro.

O que é padrão ouro em imunologia?

Um teste hipotético ideal "padrão ouro" tem uma sensibilidade de 100% em relação à presença da doença (identifica todos os indivíduos com um processo de doença bem definido; não apresenta resultados falso-negativos) e uma especificidade de 100% (não identifica falsamente alguém com uma condição que não a possui; não ...

O que é padrão ouro em epidemiologia?

um diagnóstico de ausência da doença. A definição da doença é feita por outro teste ou critério, chamado padrão ouro. O padrão ouro tem baixíssima possibilidade de erro, mas, em geral, é um teste caro, difícil de ser feito ou causador de desconforto para o paciente.

O que é Padrão-ouro definição?

O padrão ouro foi o sistema monetário internacional do século 19 até a Primeira Guerra Mundial. Ele tinha a quantidade de ouro como referência para a definição do valor da moeda de cada país.

Como calcular a acurácia de um teste?

Relação e descrição dos testes diagnósticos

  1. Sensibilidade (taxa de verdadeiros positivos) = (a / (a + c)) ...
  2. Especificidade (taxa de verdadeiros negativos) = (d / ( b + d)) ...
  3. Acurácia= (a + d / ( a + b + c + d )) ...
  4. Valor preditivo positivo (VPP) = (a / ( a + b)) ...
  5. Valor preditivo negativo (VPN) = (d / ( c + d ))

O que é acurácia do teste?

A acurácia do diagnóstico é a capacidade de um teste discriminar entre a condição alvo e saúde, e pode ser quantificada por meio de medidas de precisão de diagnóstico, como sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivos e negativos, razões de verossimilhanças positiva e negativa, área sob a curva ROC, ...

O que é acurácia em Estatística?

A acurácia (ou exatidão) indica o grau de concordância que há entre o resultado da medição e o dito valor verdadeiro (aquele que é aceito, desde que estabelecido por uma definição ou consenso) da grandeza.

Qual a diferença entre os conceitos de precisão e acurácia?

De forma geral, a acurácia depende da calibração e ajuste do equipamento, para evitar os erros sistemáticos (diferença entre um valor medido e uma referência), e a precisão depende do nível de interferência e de ruído que afetam a medida.

O que é a acurácia em melhoramento genético animal?

A acurácia ou confiabilidade de uma estimativa é uma medida da correlação entre a estimativa e o valor real do parâmetro. ... A importância da relação entre o risco (acurácia) e os programas de melhoramento genético animal surge do fato que as informações do potencial genético dos reprodutores são estimativas.

O que é acurácia para que serve?

Respondendo de forma simples, acurácia é a capacidade do método de acertar o diagnóstico. Quando estamos diante de um diagnóstico dicotômico (presença ou ausência de doença), os componentes da acurácia são sensibilidade e especificidade.

O que é DEP de melhoramento genético?

DEP é a diferença esperada na média das progênies de determinado animal em relação à média das progênies de um grupo de animais referências que participaram da mesma avaliação, quando acasalados com indivíduos que tenham, em média, o mesmo potencial genético.

Como é feito o melhoramento genético em animais?

Inseminação artificial e fertilização in vitro A inseminação artificial permite a disponibilização do material genético do animal com melhores características para um grande número de criadores. Sendo assim, seu material genético é utilizado em diversos rebanhos, aumentando o número de descendentes.

Qual o papel do melhoramento genético na produção animal?

O objetivo do melhoramento genético na pecuária é conseguir fazer com que os animais de um rebanho tenham características positivas de produção. Os reprodutores são os maiores responsáveis pelo progresso genético dentro de um rebanho.

Como fazer melhoramento genético em bovinos?

Como fazer o melhoramento genético no gado de corte?

  1. Defina o que é o melhor animal. ...
  2. Identifique os animais e defina os Critérios de Seleção. ...
  3. Separe os grupos de contemporâneos. ...
  4. Faça a Avaliação Genética. ...
  5. Proceda à Seleção. ...
  6. Proceda aos Acasalamentos.

Quando surgiu o melhoramento genético?

O melhoramento participativo, que é um componente do manejo da diversidade genética, começou a ser delineado no início dos anos 1980 e possui como ingrediente fundamental a inclusão sistemática dos conhecimentos, habilidades, experiências, práticas e saberes dos agricultores.

Como era feito o melhoramento genético antigamente?

Durante milênios, o trabalho de seleção das espécies foi feito basicamente mediante observação, de forma muito lenta, sem base científica. ... Hoje, um exercício curioso é comparar as espécies originais com os frutos que comemos.

Quais são os principais objetivos do melhoramento genético?

O objetivo do melhoramento genético é o de avaliar características de interesse econômico em um animal para obter a predição dos valores genéticos. Ou seja, visa obter procedimento estatístico adequado para separar os efeitos genéticos aditivos dos demais.

Qual a importância do melhoramento genético de plantas?

O melhoramento genético de plantas é a ciência que tem como objetivo aumentar a frequência de bons alelos nas populações dos vegetais, para que sejam desenvolvidas suas qualidades ou para adicionar características que vão desempenhar uma função benéfica à produção agrícola.