adplus-dvertising

Como explicar os pronomes?

Como explicar os pronomes?

Pronomes são palavras que acompanham os substantivos, podendo substituí-los (direta ou indiretamente), retomá-los ou se referir a eles. Alguns exemplos de tipos de pronome são: pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos.

Como saber se o que é pronome relativo ou conjunção?

Vejamos como estabelecer a diferença entre essas duas classes:

  1. O pronome relativo inicia oração subordinada adjetiva, e a conjunção integrante, oração subordinada substantiva.
  2. O pronome relativo sempre estará entre um verbo e um substantivo – ou palavra substantivada – que mantêm relação sintática entre si.

Qual é o valor gramatical da palavra que a qual introduz a oração subordinada?

Resposta. Resposta: A palavra “que” pode exercer diferentes funções sintáticas no enunciado, como conjunção, pronome, substantivo, advérbio, preposição, interjeição ou partícula de realce. A palavra que pode exercer diferentes funções sintáticas na construção dos enunciados.

O que não é pronome relativo na opção?

(UFSCAR) O “que” não é pronome relativo na opção: a) Não há mina de água que não o chame pelo nome, com arrulhos de namorada. b) Não há porteira de curral que não se ria para ele, com risadinha asmática de velha regateira.

O que é um pronome relativo na passagem?

Resposta: São pronomes relativos aqueles que representam nomes já mencionados anteriormente e com os quais se relacionam. ... Às vezes, o antecedente do pronome relativo não vem expresso.

Qual é a função do pronome relativo que nas duas situações em que ocorre?

Resposta. Resposta: Pronome relativo é aquele que, normalmente, refere-se a um termo anterior (o antecedente) dentro de um enunciado, substituindo-o para que não seja necessário dividir a ideia em várias orações ou torná-la muito repetitiva.

Mais tópicos